domingo, 6 de dezembro de 2009

Outono

«Aprendemos mais coisas na floresta do que nos livros; as árvores e os rochedos ensinar-vos-ão coisas que não conseguiríeis ouvir noutro lugar (...).»

- Bernardo de Claraval (Epístola CVI)

4 comentários:

scaliburis disse...

Pena que ninguém lhe dê ouvidos...

Sigillum disse...

É verdade.
São as aparências...

A cada um o seu Caminho.

Criptex disse...

Tb Gosto das pedras, e do frio da montanha. Revejo-me nas lembranças que me oferece o vento gelado e agreste.

S.Bernardo e Abelardo...
Abelardo: "condenado sem ser ouvido"
"Condenado como herético ao silencio perpétuo(...)acorrentado ao laço da excomunhão..." Porquê?

Sigillum disse...

As pedras e o frio da montanha é bom, convém é ter murta por perto.

É bom ser-se condenado como herético ao silêncio perpétuo (...) acorrentado ao laço da excomunhão, pois tal significa que sabia quem era, o que era, ao que vinha, e mais importante, para onde ia.
Não seguia ou acompanhava o rebanho, o oficial, o aceite. Era capaz de trilhar novos caminhos ...

É o mundo; condena sem ouvir, e muito menos está interessado em perceber ou entender o outro.
Só pode entender o outro, quem se entender a si mesmo.